NORMAS

A Revista Restauro é voltada à publicação de artigos originais, entrevistas, resenhas e notícias que tenham como foco as ações de preservação, conservação e restauro do patrimônio cultural, abarcando artefatos artísticos, museológicos, arquitetônicos e urbanos. O intuito da revista é ampliar o debate e a difusão do tema para um público mais amplo, além da área técnica e acadêmica, motivo pelo qual buscamos zelar por uma linguagem fluida e acessível.

A seguir, enumeramos as informações necessárias para a submissão de artigos, bem como os procedimentos adotados para avaliação e publicação. Sugerimos aos autores que consultem a nossa Apresentação, a fim de obter maiores informações sobre as seções que compõem a revista.

Todas as colaborações recebidas serão apreciadas pela Comissão Editorial que verificará a adequação temática ao escopo da revista e o atendimento das condições para submissão. Os textos serão, ainda, submetidos à avaliação cega de pareceristas ad hoc, que poderão recomendar:

a) a aprovação para publicação sem restrições;

b) a reapresentação do artigo após o atendimento das modificações sugeridas;

c) a não aprovação do artigo.

Serão aceitas contribuições nas seguintes línguas estrangeiras: espanhol, inglês, francês e italiano. Os artigos em língua estrangeira serão publicados no idioma original e, sempre que possível, também traduzidos para o português.

A critério da Comissão Editorial, os originais poderão ser submetidos à revisão gramatical e ortográfica e à adequação aos padrões de formatação, respeitando-se o estilo e as ideias dos autores. Os artigos publicados ficarão disponíveis online por tempo indeterminado.

Os autores deverão conceder à revista os direitos de primeira publicação do artigo, que atenderá, a partir de então, à Licença Creative Commons Attribution, que permite o compartilhamento do trabalho futuramente, com reconhecimento e indicação da autoria e da publicação inicial pela Revista Restauro.

Não será cobrada nenhuma taxa para submissão ou publicação, assim como não haverá remuneração aos autores colaboradores. A Revista não se responsabiliza pelo teor das análises, opiniões ou ideias expressas pelos autores nos artigos publicados.

Condições para submissão de artigos

Os autores deverão observar atentamente todos os itens a seguir. As contribuições que não seguirem as normas abaixo não serão publicadas.

1. O artigo é original, inédito e não está sendo submetido para publicação em outra revista;

2. O arquivo deve estar em formato DOC, DOCX, ODT ou RTF. Não serão avaliados textos enviados em formato PDF;

3. Figuras e fotografias devem ser enviadas em arquivos separados, no formato JPG, com até 2Mb e resolução de 300dpi. Recomendamos não ultrapassar a quantia de 10 (dez) imagens. A Revista poderá solicitar a redução do número de imagens, caso necessário;

4. O texto deve ser apresentado na seguinte formatação:

Fonte Times New Roman, 12 pt, espaçamento 1,5, margens 2,5 cm (superior, inferior, esquerda e direita), cerca de 15 mil caracteres (com espaços).

5. Os artigos devem seguir a seguinte estrutura:

Título; autor(es), texto; notas no final do texto (informativas e bibliográficas); breve apresentação do(s) autor(es) (titulação, vínculo institucional, apoio financeiro, e-mail). Todas as referências bibliográficas devem ser indicadas em nota, ou seja, não deve ser utilizado o sistema autor-data. Recomendamos que as notas explicativas, quando necessárias, sejam sucintas e objetivas. Não deve ser utilizado o sistema de inserção de notas de rodapé do Word ou de outros editores de texto, deve-se digitar as notas no final do texto principal:

Exemplo:

Segundo José Reginaldo Santos Gonçalves, nas narrativas da política patrimonial brasileira, as cidades mineiras assumem o papel de espaços simbólicos “por meio dos quais uma narrativa histórico-política e cultural ou artística ganha coerência e autenticidade”[1].

Notas

[1] GONÇALVES, J. R. S. A retórica da perda. Rio de Janeiro: UFRJ, MinC, Iphan, 2002, p.118.

6. A formatação das referências bibliográficas deverá seguir os modelos abaixo:

Livro:

SOBRENOME, Nome. Título em itálico: subtítulo sem itálico. Tradução, edição, Local de publicação: Editora, ano.

CARBONARA, Giovanni. Avvicinamento al restauro: teoria, storia, monumenti. Napoli: Liguori, 1997.

ABREU, Regina; CHAGAS, Mário (orgs.). Memória e patrimônio: ensaios contemporâneos. Rio de Janeiro: Lamparina, 2009.

Capítulo de livro:

SOBRENOME, Nome do autor do capítulo. Título do capítulo: subtítulo. In: SOBRENOME, Nome do autor do livro. Título do livro: subtítulo. Local de publicação: Editora, ano, p.x-y.

CRUZ, António João. O restauro de pintura em Portugal no tempo de Luciano Freire. In: CUSTÓDIO, Jorge (org.). 100 anos de património: memória e identidade. Portugal 1910-2010. Lisboa: IGESPAR, 2010, p.117-122.

Artigos em periódicos:

SOBRENOME, Nome. Título do artigo: subtítulo. Nome da revista em itálico, local de publicação, volume, número ou fascículo, p.x-y, ano.

KÜHL, Beatriz Mugayar. Notas sobre a Carta de Veneza. Anais do Museu Paulista, São Paulo, v.18, n.2, p. 287-320, 2010.

ANDRADE, Rodrigo Melo Franco de. O patrimônio histórico e artístico e a missão da Universidade. Revista do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Brasília, n.31, p.82-87, 2005.

Artigos em periódicos eletrônicos:

SOBRENOME, Nome. Título do artigo: subtítulo. Nome da revista em itálico, local de publicação, volume, número ou fascículo, p.x-y, ano. Disponível em: <http://www…> Acesso em: xx/yy/2016.

LUZ, José A. Medeiros da; BALAREZO, Francisco J. Montenegro; PEREIRA, Carlos Alberto. Emprego de argamassa expansiva e termo consolidação de peças em cantaria. Rem: Revista Escola de Minas, Ouro Preto, v.56, n.3, p.161-167, 2003. Disponível em: http://www.scielo.br/pdf/rem/v56n3/v56n3a03.pdf. Acesso em: 11/07/2016.

Artigos em anais de eventos:

SOBRENOME, Nome. Título do artigo: subtítulo. In: Dados do evento em itálico, local de publicação, volume, número ou fascículo, p.x-y, ano.

MARTÍNEZ, Hernández Ascensión. El arquitecto Fernando Chueca Goitia y la restauración monumental en España en la segunda mitad del siglo XX. In: Livro de Atas do Congresso Internacional De Viollet-Le-Duc à Carta de Veneza: teoria e prática do restauro no espaço ibero-americano, Lisboa, LNEC, p.339-346, 2014.

Teses ou dissertações:

SANT’ANNA, Márcia. A cidade-atração: a norma de preservação de centros urbanos no Brasil dos anos 90. Tese de Doutorado. Salvador: FAUFBA, 2004.

Legislação:

BRASIL. Constituição da República Federativa do Brasil de 1988.

SÃO PAULO (Estado). Decreto n. 13.426 de 16 de março de 1979.

7. As imagens (fotos, gráficos, figuras, croquis, tabelas etc.) devem ser identificadas numericamente, indicadas no corpo do texto (Fig.1) e devidamente legendadas. O autor deve se certificar de que as imagens utilizadas não possuem restrições quanto aos direitos autorais. Imagens sem indicação de fonte não serão publicadas. Exemplos de legendas:

Fig.1. Foto da cobertura do edifício (fonte: Arquivo Histórico Municipal)

Fig. 2. Tabela dos bens tombados no Estado de Pernambuco (fonte: Arquivo Noronha Santos, portal eletrônico do IPHAN)

8. O autor deve realçar em amarelo todas as referências, ao longo do texto, que possam indicar a autoria. Para envio aos pareceristas, a Revista criará uma versão PDF do texto, omitindo as palavras destacadas, de modo a assegurar a avaliação cega;

9. Os autores cujos artigos forem selecionados deverão assinar a Declaração de Responsabilidade e de Cessão de Direitos Autorais, conforme modelo a ser fornecido pela Comissão Editorial.

Política de Privacidade

Os nomes e endereços submetidos a esta Revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação e não serão disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.

E-mail para envio dos artigos

editorial@revistarestauro.com.br